FullThrottle – Meu primeiro point n’ click

Destacada FT

FullThrottle: O começo.

FullThrottle 1E aí gamers! Hoje eu vou fazer um texto um pouco diferente, em vez de escrever uma novidade sobre algo novo que acontece no mundo dos games, vou explorar um pouco do que já foi esquecido pelos mais jovens. Vamos falar do possível MELHOR Point n’ Click que já existiu, FullThrottle.

 

FullThrottle 2Vamos começar. FullThrottle é um point n’ click (eu sei, eu já falei), mas, o que é um point n’ click? É um estilo de jogo narrativo, onde a sua obrigação como jogar é fuçar, conversar, interagir, investigar e descobrir tudo que for possível, simplesmente clicando nos objetos da tela. É considerado um subgênero dos jogos de Aventura, e sua principal função, é contar uma estória.

 

A tal estória…

FullThrottle 3Fullthrottle se passa em um futuro APARENTEMENTE pós apocalíptico, provavelmente inspirado em MadMax, temos acesso a pouquíssimos lugares, mas, todos eles são inóspitos e sem qualquer vegetação. Carros voam, os poucos veículos que não podem voar fazem outras coisas mirabolantes, combustível é escasso… esse é o cenário. Você controla Ben, líder de uma gangue de motoqueiros chamada Polecats. Ben é um estereótipo de motoqueiro… casaco de couro, fumante, monta sua chopper super turbinada e NADA fica em seu caminho sem ser destruído. Belo dia, Ben e sua gangue esbarram com um grande fabricante de motores e são convidados para um evento, o convite na verdade é uma armadilha e Ben se vê diante de um problema que põe a vida dele e do resto da gangue em perigo.

 

Informações relevantes (ou nem tanto)

O jogo foi desenvolvido pela gigante (pelo menos na época…) Lucas Arts. E foi lançado em 30 de Abril de 1995.

Foi um dos primeiros jogos a ter legendas em Português.

O motor do jogo é o SCUMM, que também foi utilizado em outros títulos gigantes como “The Dig” e “The Curse of Monkey Island”.

Os gráficos são cartunizados, mas, existem alguns elementos em 3D. Aliás, para um jogo de 1995, os modelos eram realmente impressionantes.

***A partir daqui é tudo informação de wikipedia, ok? Ok.

No bar Kickstand, logo depois… (aqui tinha um Spoiler) …Ben encontra Emmet, um sujeito que lhe seria bastante útil, apesar de desonesto. Enquanto negocia com ele uma possível carona, Emmet brinca com uma faca, acertando os vãos entre seus dedos. Se você insistir, ele acaba entregando sua faca e deixando você brincar também.

Emmet tem o símbolo do Império de Star Wars tatuado em seu braço direito, e um dos rottweillers tem o símbolo dos rebeldes de Star Wars tatuado em sua fronte.

Caso o jogo fique em torno de cinco minutos sem ação, um screensaver aparece, mostrando alguns veículos utilizados por diferentes personagens.

Na sala de fotos, uma das figuras em um projetor é um tentáculo, de Day of the Tentacle.

Na lateral do bar Kickstand, após o… (o mesmo spoiler) …a reporter Miranda Rosewood pede ajuda à Ben e suas últimas palavras são: “-Help me Ben, you´re my only hope” (Ajude-me Ben, você é minha última esperança); esta é a mesma frase dita pela Princesa Leia à “Ben” Obi-Wan Kenobi em Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança, de George Lucas. O penteado de Miranda também é semelhante ao usado pela princesa.

A gangue de motociclistas Cavefish é nitidamente uma cópia das características físicas e comportamentais da raça “Povo da Areia” ou Tusken Raiders do planeta Tatooine de Star Wars.

Em uma cena em que aparecem várias placas, uma é a de Max, de Sam & Max.

FullThrottle é um dos poucos jogos da LucasArts a não ter uma trilha-sonora exclusiva. Algumas faixas do álbum Bone to Pick, da banda californiana The Gone Jackals, foram usadas no jogo. A canção de abertura é uma versão editada de “Legacy”, segunda faixa do álbum.

O nome Corley é nitidamente inspirado em Harley, da fabricante norte-americana de motocicletas Harley Davidson.

Os créditos são recheados de referências bizarras, como o agradecimento à “40 lhamas especialmente treinadas” e à um centro de terapia. O time agradece ainda aos seus gatos de estimação, que tem os nomes citados, e em seguida surge a frase “Tim não gostaria de agradecer a nenhum gato, e não incentiva sua posse”

Diversão
Jogabilidade
Gráficos
Pontuação Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons